Uma senha sera enviada para seu e-mail

Uma das palestras mais esperadas do Construtalk Floripa, que aconteceu em setembro, foi a da Tecverde. A empresa paranaense é pioneira na construção de casas com tecnologia wood frame no Brasil! Esse sistema construtivo industrializado é baseado no uso de frames de madeira estrutural extraídas de florestas plantadas. Vicente Pires Júnior, Gerente Comercial, palestrou em nome da Tecverde.

Cenário atual da Construção Civil brasileira

O primeiro aspecto destacado por Vicente durante sua palestra foi mostrar como está o país atualmente no âmbito da construção. Em relação a outros países da União Europeia e Estados Unidos, o Brasil possui baixa eficiência produtiva. Essa improdutividade no setor gera consequências como:

  • Obras demoradas
  • Recorrentes atrasos de cronograma
  • Custos adicionais

Como se não bastasse ser um dos países menos produtivos, o Brasil sofre com o crescimento negativo no setor, como comprova o gráfico abaixo apresentado por Vicente, durante o Construtalk:

Baixa produtividade

Imagem: Tecverde

Outro ponto relevante sobre o cenário nacional da construção é a alta rotatividade de pessoal. Como mostrou Vicente, o setor é um dos mais perigosos para se trabalhar. O modo de construção convencional faz com que acidentes de trabalho e processos trabalhistas sejam uma constante.

Além desses fatores, a mão de obra desqualificada e alta geração de resíduos também foram destacados pelo palestrante.

Está gostando deste post? Então você vai curtir assistir ao webinar com o case da Tecverde: como a empresa está revolucionando a construção civil! No webinar, entre outras coisas, você vai entender a diferença de uma casa Tecverde para uma casa convencional, o desempenho térmico e acústico, e a resistência ao fogo de edificações construídas a partir da tecnologia wood frame. Confira!

Mas como solucionar tantos problemas?

Industrialização da Construção e Sustentabilidade: o que a Tecverde faz

Bom, você já percebeu que há uma infinidade de impedimentos para que a construção civil se desenvolva, de fato. Mas é possível solucionar boa parte deles a partir de dois focos, de acordo com a Tecverde:

  • Industrialização
  • E sustentabilidade

construtech

A Tecverde nasceu em 2009 com um objetivo bastante desafiador no Brasil: revolucionar o modo de se construir edificações.

Assim como funciona na indústria automobilística, a ideia da empresa é construir prédios e casas em fábrica e depois de ter as peças criadas, levá-las ao canteiro de obra para montagem.

Ainda que desafiador, a Tecverde foi em frente até implantar em 2014, a fábrica mais automatizada da América Latina, conquistando, inclusive, o Prêmio CBIC de Inovação e Sustentabilidade naquele ano.

E foi em 2016 que a empresa se tornou a pioneira na construção de casas com tecnologia wood frame no Brasil. Veja o vídeo da montagem do primeiro prédio wood frame do país.

Assim, aos poucos, a Tecverde vai quebrando o estereótipo de que o setor investe pouco em inovação e tecnologia.

Tecnologia Wood Frame

Se você leu até aqui, certamente já entendeu que a tecnologia wood frame, base da Tecverde, é um sistema construtivo composto por madeira, não é mesmo?

Esse sistema é formado por frames confeccionados com perfis leves de madeira proveniente de florestas plantadas. Segundo dados da Tecverde, o wood frame pode reduzir em 85% a geração de resíduos na construção civil e diminuir em 90% o uso de recursos hídricos.

Além disso, oferece alta velocidade de produção (é 3 vezes mais rápido do que alvenaria convencional) com redução de mão de obra.

Ainda que a tecnologia seja recente no Brasil, ela surgiu no século XIX, nos Estados Unidos.

Produtos Tecverde

Construídos com tecnologia exportada da Alemanha, os produtos Tecverde têm um dos processos mais modernos e eficientes da construção civil mundial, com adaptações ao clima brasileiro.

Existente no Brasil há 9 anos, a Tecverde possui mais de 110mil m² construídos, incluindo: condomínios, escolas, creches, prédios de até 4 pavimentos e escritórios.

Madeira Tecverde

Imagem: Tecverde

De acordo com Vicente, a única forma de desenvolver a construção civil é a partir da industrialização. “Isso irá reduzir o tempo que se gasta para fazer uma edificação, diminuir o número de materiais e impactos ambientais, além de custos para as empresas. Fazendo com que se cumpra, de verdade, o tripé da sustentabilidade econômica, social e ambiental. A construção civil do futuro é a industrialização”, disse.

Confira o depoimento de Vicente sobre as seguintes questões:

  1. Como mudar a mentalidade dos profissionais da Construção a fim de enxergarem a industrialização como o caminho para o desenvolvido do setor?
  2. Por que é importante que se olhe para diferentes tipos de sistemas construtivos?

Sobre o Construtalk Floripa

O Construtalk é uma série de eventos itinerantes que discute inovação e tecnologia na construção civil. A última edição reuniu profissionais do setor no Auditório da Softplan, na capital catarinense. A 1ª edição aconteceu em Belo Horizonte, a 2ª em Goiânia e a 3ª na cidade de Recife. O evento é realizado pelo Buildin.

Com saldo positivo para os envolvidos, o Construtalk Floripa teve um público formado, em sua maioria, por decisores, ou seja, pessoas que têm poder direto na mudança de mentalidade da construção civil em relação ao uso de inovação e tecnologia.

A proposta do evento foi mostrar e debater o panorama de inovações e tecnologias disruptivas que impactam o setor. Os participantes tiveram a oportunidade de conhecer cases reais de empresas tradicionais que vêm quebrando velhos paradigmas.

Do outro lado, construtechs também estiveram presentes e mostraram o que as startups estão fazendo para transformar o mercado da construção durante o pitch time.

Entre os participantes estavam gestores de construtoras e incorporadoras, empreendedores, investidores e estudantes.

Tem mais evento por aí… Construsummit 2018

construtech

Para fechar 2018 com chave de ouro, a segunda edição do Construsummit está com inscrições abertas. O evento é um dos mais importantes da Indústria da Construção e discute como a tecnologia e a inovação impactam o setor.

Neste ano, o encontro acontecerá em dois dias inteiros de imersão em conteúdo de alto nível. Em 28 e 29 de novembro, São Paulo receberá cerca de 500 pessoas no auditório do Holiday Inn Anhembi.

Dentre os palestrantes, estarão presentes nomes nacionais e internacionais:

  • Gerry McCaughey Fundador e CEO da Entekra Inc. e Century Homes;
  • Jeff WilsonFundador da Kasita;
  • Masa NoguchiFundador e Coordenador da Rede ZEMCH e Professor de Design Ambiental da Universidade de Melbourne;
  • Marcelo NakagawaInnovation Researcher no PGT-USP; Professor no Insper, FIA, Vanzolini, Butantan, FAPESP;

Conheça outros palestrantes aqui.