Uma senha sera enviada para seu e-mail

Você, que é leitor do Buildin, com certeza sabe muito bem o que é um canteiro de obras, não é mesmo?

Mas você já parou para pensar por que esse local tão importante, muitas vezes, tem seu planejamento negligenciado?

Quando isso acontece, o resultado aparece rapidamente, na forma de perda de produtividade, desperdício de materiais, mal uso de equipamentos e aumento de acidentes no trabalho.

Afinal, um canteiro organizado, com layout inteligente, contribui, e muito, para otimizar os processos construtivos. É sobre isso que trataremos no post de hoje.

Por isso, continue conosco. Esse tema é muito interessante e importante.

Tipos de canteiro de obras

O canteiro de obras é uma área de trabalho fixa e temporária, onde se desenvolvem operações de apoio e execução de uma obra.

Ele é composto por áreas de vivência e operacionais dimensionadas de acordo com o porte da obra e o número de trabalhadores.

São consideradas áreas de vivência: vestiários, sanitários, refeitórios, eventuais áreas de lazer, além de alojamento e ambulatório.

São classificadas como áreas operacionais: escritórios, portaria, almoxarifado, depósitos, centrais (de concreto, argamassa, armação, marcenaria etc.)

Os canteiros podem ser classificados em três categorias principais:

  • Restrito – É o mais usual em áreas urbanas. Caracteriza-se principalmente pela delimitação de uma área cercada por tapumes ou muros, com um portão que dá acesso ao local. Nesse tipo de canteiro, o planejamento da logística é fundamental para não tumultuar a área de produção que já é limitada.
  • Amplo – Nos canteiros amplos, a construção ocupa pequena parcela do terreno. Há múltiplos acessos e espaços para armazenamento. Essa tipologia de canteiro costuma ser utilizada em obras de infraestrutura, como a construção de pontes e usinas hidrelétricas.
  • Linear – Os canteiros lineares são restritos a uma dimensão, geralmente estreitos. Com poucas opções de acesso, impõem o desafio de garantir o fluxo adequado de pessoas, equipamentos e materiais. Os canteiros lineares podem ser encontrados em obras de rodovias e de canalização urbana.

A NR 18 no canteiro de obras

canteiro de obras

Em comparação a outros espaços de produção industrial, o canteiro de obras tem uma particularidade. Ele vai sendo modificado ao longo da execução da obra, de acordo com os serviços a serem executados. Isso eleva ainda mais a sua complexidade.

Além disso, o canteiro precisa atender às normas de segurança, conforto e higiene no serviço, estabelecidas pelo Ministério do Trabalho.

Entre elas, destaca-se a Norma Regulamentadora NR 18 – Condições e Meio Ambiente de Trabalho na Indústria da Construção.

O texto, assim como o PCMAT, estabelece diretrizes de ordem administrativa, de planejamento e de organização para garantir a segurança do trabalho no canteiro de obra.

Saiba como planejar a logística no canteiro de obras

Planejar o canteiro de obras é necessário para garantir a melhor utilização possível do espaço físico disponível. Da mesma forma, também é importante para permitir que pessoas e equipamentos trabalhem com eficiência.

Falhas ou ausência de planejamento do canteiro induz a uma série de problemas. Vou listar para você alguns deles:

  • Bloqueios na entrada e saída de mercadorias;
  • Aumento de distâncias de movimentação;
  • Interrupções desnecessárias de serviço;
  • Ociosidade de equipamentos de apoio;
  • Gargalos de produção;
  • Problemas com armazenamento de materiais;
  • Acidentes no trabalho.

A logística no canteiro pode ser abordada sob dois aspectos básicos: o interno e o externo.

A logística interna refere-se ao arranjo físico do canteiro, trata da área de transporte, armazenagem e movimentação do material dentro da obra. Ou seja, das instalações provisórias e das frentes de trabalho.

Já a logística externa faz interface com os fornecedores, planejamento e programação da entrega, transporte e descarga na obra.

Uma dica: Se quiser saber mais sobre logística no canteiro e seu impacto na produtividade da obra, sugiro a leitura desta apresentação elaborada pelo professor Ubiraci Espinelli Lemes de Souza (Poli-USP), uma das principais referências nesse assunto na construção civil.

Confira também o vídeo abaixo que aborda as principais etapas para a construção de um canteiro de obras.

Então, como fazer o planejamento do canteiro de obras?

A seguir vou listar para você nove boas práticas para o planejamento de canteiros:

Pessoas

Para elaboração do layout de canteiro é fundamental a participação de toda a equipe. Refiro-me, principalmente, ao engenheiro da obra, ao engenheiro da qualidade, ao mestre de obras, ao administrativo e ao técnico de segurança do trabalho.

Documentos

A elaboração layout do canteiro de obras requer que alguns documentos/projetos estejam à mão. Destaco as plantas de topografia e de subsolos, térreo. Assim como também são necessárias informações sobre o entorno da obra devido à interação com a vizinhança, disponibilidade de vias de acesso e localização das redes de água e energia elétrica.

Acessos

Os estudos prévios dos acessos devem estar no planejamento do canteiro. É preciso analisar se há mais de uma rua de acesso, qual o nível de implantação do empreendimento em relação ao nível dessa via, o tráfego da rua etc. É recomendável que exista ao menos duas entradas: uma para acesso de pessoas e outra para carga/descarga. Afinal, o acesso ao canteiro de obras deve estar sempre liberado.

Escritórios e almoxarifado

O ideal é implantá-los em uma região a ser trabalhada somente no final da obra, evitando sucessivos deslocamentos durante a construção.

Áreas de vivência

Devem ser alocadas, preferencialmente, em um local próximo à entrada de pedestres da obra, permitindo o acesso seguro dos funcionários.

Estoque central

Deve ser organizado de forma que os materiais usados com mais freqüência tenham melhor acesso. Além de um espaço de armazenagem geral, é recomendável a criação de pequenos estoques de insumos e áreas de produção próximas aos locais de trabalho.

Sinalização

Deve-se orientar os funcionários para que fiquem atentos à sinalização do canteiro. Afinal, uma obra bem sinalizada e organizada tem menor chance de ocorrência de acidentes.

Movimentação

canteiro de obras

O uso de equipamentos de movimentação de materiais depende diretamente das condições do canteiro. Afinal, há casos que inviabilizam o uso de máquinas de grande porte, como gruas e guindastes.

Então, a escolha dos equipamentos deve ser realizada levando-se em conta a dinâmica da obra, o layout do canteiro e os principais materiais que serão transportados.

Sustentabilidade

O planejamento do canteiro pode ajudar a estratégia de sustentabilidade da construtora. Primeiro porque ajuda a reduzir o desperdício de materiais.

Além disso, o planejamento pode prever soluções como reaproveitamento de água, placas de energia solar para aquecimento de água, acionamento automático dos chuveiros e válvulas dos mictórios.

No vídeo abaixo você pode conhecer a experiência da OR na concepção de um canteiro de obras sustentável.

Comentários finais sobre canteiro de obras

No texto de hoje você teve a oportunidade de entender a importância de se planejar adequadamente o canteiro de obras.

Este espaço, onde tudo acontece, não pode ser pensado apenas para cumprir as exigências relativas à segurança do trabalho. Aliás, sabemos que uma produção organizada, além de induzir ganhos de produtividade, contribui para o aumento da segurança dos operários.

Antes de me despedir, gostaria de indicar a você a leitura de alguns posts bem interessantes produzidos pelo Buildin e que certamente irão te interessar:

Então, este conteúdo foi útil para você? Não deixe de contar suas impressões no espaço de comentários. Se curtiu, compartilhe em suas redes sociais!

Até a próxima!