Uma senha sera enviada para seu e-mail

Você já sabe que ideias inovadoras têm um potencial enorme para transformar e modernizar a indústria da construção civil, não é mesmo? Nesse post, gostaria de te apresentar uma iniciativa interessante que aproveita-se da abrangência e da interação das mídias sociais para gerar valor para o setor. Trata-se do ConstruLand!

Ficou intrigado? Então, continue conosco para entender como funciona a identificação por mapa de patologias:

Falta de integração

Se você atua em alguma área da construção civil, sabe muito bem que a falta de visão sistêmica e de integração é uma das fragilidades da indústria. Assim, o ideal seria contar com os problemas do setor agrupados melhorando a identificação das causas.

Dessa maneira, foi pensando em solucionar esse problema que o engenheiro Abdala Carim Nabut desenvolveu o ConstruLand.

Doutor em estruturas e construção civil pela Universidade de Brasília (UNB), Carim atuou como gerente de controle de qualidade na USA Army Corps of Engineers e como engenheiro civil em construtora norte-americana privada.

Como funciona o ConstruLand?

Carim conta que sua ideia foi “desenvolver uma ferramenta colaborativa capaz de fazer algo que o Google não faz. Ou seja, explorar problemas técnicos de engenharia em estruturas relevantes como. Este é o caso, por exemplo, de pontes, viadutos, rodovias, ferrovias etc.”.

Ele refere-se a patologias estruturais graves! Como exemplo, escoramentos precários embaixo de pontes, armaduras expostas com processos de corrosão avançados, fissuras em estruturas de concreto armado, buracos em rodovias, desvio de geometria em viadutos, entre outros tantos problemas tão comuns, quanto visíveis nas cidades brasileiras.

Assim, com apoio de georreferenciamento no Google Maps, ConstruLand apresenta em um mapa detalhes sobre cada um desses problemas. A ferramenta mostra os pontos agrupados e registra, ainda, fotografias e textos. Assim, o mapa mostra os pontos de melhoria, como se fosse um mapa de calor.

Desta fora, o material é constantemente atualizado por membros cadastrados na rede. Até o momento, a ferramenta conta com mais de 160 mil colaboradores entre engenheiros, arquitetos, técnicos e estudantes. Uma vez que se trata de uma ferramenta virtual, há colaboradores de todo o Brasil e também do exterior.

A finalidade da ferramenta é ter todos os pontos agrupados melhorando a qualidade das construções.

Oportunidade de trabalho

A rede não se limita a apresentar problemas construtivos. Ela também ajuda empresas e profissionais de construção civil. Isso porque cria a possibilidade de conectar problemas construtivos aos profissionais e empresas de engenharia civil capazes de resolvê-los.

Resumidamente, trata-se de uma nova logística de tecnologia da informação aplicada à engenharia. Mais que isso, que cria novas oportunidades de trabalho para os profissionais.

O projeto ConstruLand surgiu durante o desenvolvimento da tese de doutorado de Carim, defendida no final de 2015 na UnB. A ferramenta baseia-se em uma abordagem de sistemas dinâmicos de modelagem e de design science research (DSR) com base em uma Estrutura Analítica de Projeto (EAP).

Aproveitando-se da velocidade das mídias digitais, a plataforma muito rapidamente se consolidou como um dos maiores bancos de dados na construção civil no Brasil. Assim, pode ser acessada nas páginas www.construcaocivil.info e www.construland.com. Da mesma forma, é possível acessar pelos perfis do Instagram @construcaocivil e @construland. Outra possibilidade é o canal do Youtube www.youtube.com/construcaocivil-info.

Por fim, o app também pode ser baixado em smartphones que utilizam sistema Android ou IoS.

Disseminação de boas práticas

Um dos objetivos do ConstruLand é valorizar a engenharia para que se tenha estruturas e edificações cada vez mais seguras. Ou seja, executadas em alinhamento às boas práticas e às normas técnicas vigentes.

Por isso, a ferramenta disponibiliza artigos técnicos e conteúdos relevantes relacionados à construção civil e os nomes de quem criou cada artigo.

ConstruLand oferece, ainda, uma lista de downloads de arquivos que podem ser baixados gratuitamente pelos usuários da plataforma. Nessa lista é possível encontrar documentos diversos. Ouu seja, desde planilhas eletrônicas úteis no dia a dia dos construtores até catálogos de fornecedores, modelos de documentos e gabaritos de concursos públicos.

Pitch time

Durante o Construssumit 2018, acontecerá uma série de pitch times com startups que estão revolucionando o setor.

Na ocasião, o engenheiro Abdala Carim Nabut explicará como o projeto ConstruLand foi estruturado e os diferentes recursos do aplicativo. “Também serão apresentados exemplos reais de problemas e manifestações patológicas de engenharia/construção civil”, adianta o criador da ferramenta.

Além disso, diversos outros temas de interesse serão abordados, como a importância da construção modular pré-fabricada, por exemplo.

O evento acontece em São Paulo, nos dias 28 e 29 de novembro. Faça sua inscrição aqui. As vagas são limitadas e os ingressos para os primeiros lotes estão esgotando rapidamente!