Uma senha sera enviada para seu e-mail

As pequenas obras e os reparos feitos em casas e apartamentos aumentaram a demanda por materiais de construção para acabamento, como tintas e azulejos, o que fará a produção desses insumos registrar o primeiro crescimento após quatro anos de queda. Sem a retomada das obras de infraestrutura e os novos empreendimentos imobiliários ainda patinando, será essa “construção formiguinha” que salvará o setor este ano. Estudo do banco Santander mostra que a alta na produção será de 8%, após queda de 3,3% no ano passado. O maior tombo do período foi em 2015, com recuo de 12,5% na produção desses itens….