24 janeiro 2019

Área de interesse

Princípios da Lean Construction, por Aldo Mattos

Original de Buildin
princípios da lean construction - ivan-bandura-736227-unsplash - Buildin
5

Lean construction ou construção enxuta é o termo que representa a aplicação da filosofia Lean Production ao setor da construção civil. O adjetivo lean significa magro, sem gordura; em português. Mas traduziram lean construction como construção “enxuta”, o que já levou muita gente a achar que se referia a construção sem água…

De maneira resumida, a filosofia lean (ou lean thinking, de pensamento enxuto) busca identificar e reduzir os desperdícios que inevitavelmente surgem em qualquer operação produtiva. Em alguns aspectos, os princípios da lean construction se relacionam às premissas de pré-construção.

Assim, o foco é priorizar as atividades que agregam valor no processo de produção. Ou seja, com foco na eliminação de qualquer tipo de trabalho que seja considerado desnecessário na produção de um determinado produto. Sempre a fim de se alcançar aumento de produtividade — os desperdícios.

Lean construction é pensar no desperdício que pode estar oculto

Quando pensamos em desperdício, logo vem à mente entulho, sobras de construção, lixo, torneira aberta etc. Este é um tipo de desperdício, sim. Mas é também o mais fácil de identificar, porque é evidente. Há, contudo, outros tipos de desperdício que muitas vezes passam batido por estarem ocultos.

As atividades de um serviço são divididas em três tipos, conforme mostra a figura a seguir:

Aldo Mattos - princípios da lean consrtuction - atividades de um serviço - Buildin

Divisão das atividades de serviços existentes em canteiros de obras e considerados pelo conceito de lean construction

Pense numa obra cheia de operários se movimentando. Certamente vários desses deslocamentos podem ser aperfeiçoados. Isso pode ser feito de diversas maneiras, pensando até mesmo na logística de canteiro de obras.

  • Diminuindo a distância entre o ponto de armazenamento e o local de aplicação do material;
  • Mudando o meio de transporte do material (manual, carrinho de mão, caminhão Munck etc.);
  • Evitando o duplo manuseio (formação de pilha no almoxarifado, depois em frente ao monta-cargas, depois no pavimento).

O pensamento lean consiste justamente em identificar os desperdícios visíveis e ocultos. Mais que isso, medi-los e buscar uma forma de eliminá-los ou pelo menos atenuá-los. O aumento da produtividade e a redução de custos são consequências da utilização desta filosofia.

Os principais tipos de desperdício são os demonstrados na figura abaixo:

Aldo Mattos - princípios da lean consrtuction - tipos de desperdício - Buildin

Os principais tipos de desperdício numa obra estão relacionados a espera, movimentação, processos desnecessários, áreas inutilizadas, transporte, estoque, produção excessiva, defeitos e atrasos de diversas naturezas

Conclusões acerca dos princípios da lean construction

Como pudemos ver, os princípios da lean construction procuram contemplar as necessidades dos clientes internos e externos. Assim, a lean construction verifica as atividades de fluxo de trabalho e fluxo de materiais no canteiro de obras.

Então, a lean construction considera toda a gestão da produção, proporcionando redução de tempo de ciclo, economia de mão de obra, valorização da hora dos profissionais, dentre outras vantagens. Além disso, a lean construction classifica os principais tipos de desperdício que ocorrem numa obra. Dentre eles aqueles relacionados a espera, processamento e inspeção, por exemplo.

Se você quer saber como implantar lean construction, acompanhe nossos próximos posts. Explicaremos cada um dos tipos de desperdício identificados pela lean construction, com exemplos e dicas.

Foto do Autor

Autor
Aldo Dórea Mattos

Uma das maiores autoridades brasileiras em Planejamento, Orçamento e Controle de Obras é um especialista Buildin. Neste espaço ele compartilha sua experiência como engenheiro e advogado ao abordar temas como engenharias de custos, planejamento, estimativas, cronograma, validação de custos, gestão de contratos, arbitragem, gerenciamento de risco, litígios e muito mais!

Comentários

  • Parabéns Dr. Aldo, usei seu livro como referencia Bibliográfica (Planejamento e controle de obras) na faculdade e no TCC do meu pós usei varias passagens do livro para defender minha opinião apresentada. Foi bastante abordado no meu pós o Sistema Toyota de construção ou construção Enxuta. Queira deixar a minha opinião: para o senhor abordar a industria 4.0 na construção civil, o uso da robótica e inteligencia artificial e a impressão 3D.