Uma senha sera enviada para seu e-mail

Como acertar no planejamento de obras com estes 6 livros

Para acompanhar as perspectivas de crescimento da construção civil que surgem no horizonte, é preciso acertar em cheio no planejamento de obras. Inclusive, isso está alinhado com as perspectivas de carreira no setor da construção civil.

E não há outra maneira de ter uma obra bem planejada e executada do que com conhecimento de ponta. Afinal, é preciso uma certa dose de cautela e outra de organização para aproveitar os ventos a favor do crescimento.

Isso porque as margens ainda estão apertadas e o financiamento ainda é caro. Logo, é imprescindível que construtoras e incorporadoras invistam em planejamento de obras.

Por isso, elaboramos uma lista com os livros imprescindíveis para quem quer ter obras cada vez mais eficientes e de acordo com as tendências de planejamento de obras.

Novas tendências no planejamento de obras

271211_predicciones_2012

Como temos acompanhado, as perspectivas apontam para um cenário de reaquecimento e de retomada do crescimento em todos os setores industriais, incluindo a construção civil. Assim, a tendência, conforme lembra Aldo Dórea Mattos, é de que haja cada vez mais obras.

Mais do que isso, a expectativa é de que a execução dessas obras seja mais rápida do que vem sendo atualmente. Ou seja, com uso de novas tecnologias e com conceitos de industrialização muito mais consolidados. Isso inclui, por exemplo, a filosofia da construção modular e o design thinking. Da mesma maneira, o BIM tende a ser cada vez mais útil ao planejamento de obras.

De acordo com Aldo Mattos, essa tendência impõe ao engenheiro a necessidade de refazer o planejamento de obras que estão paradas ou que estavam em ritmo lento. Além disso, novos empreendimentos serão planejados.

Assim, é preciso estar preparado para as novas oportunidades que certamente irão surgir. Então, apenas quem estiver pronto, com custos controlados, é que vai conseguir aproveitar o surgimento de novos negócios.

Afinal, a rentabilidade de uma empresa depende também da sua capacidade de respeitar aquilo que foi orçado e planejado previamente. Mais do que nunca, “um bom engenheiro de planejamento de obras é aquele que olha o passado para rever metas do futuro”, diz Mattos.

Compreensão global do planejamento de obras

Assim, primeiro o profissional faz a estrutura analítica do projeto de forma coerente. Depois, dimensiona prazos e monta o cronograma. “É necessário conhecer de produtividade e programação de serviços”, diz.

Assim, ao realizar o acompanhamento dos serviços de campo, o planejador deve aferir as produtividades reais da empresa. Ou seja, os dados que ele coletar vão servir para rever o planejamento ou impor metas mais arrojadas.

“Ter um cronograma realista é fundamental. A receita para errar é acreditar que cronograma físico financeiro é mera formalidade”, alerta Mattos.

Algumas novidades que soavam como inalcançáveis alguns anos atrás são cada vez mais tendência e realidade no planeajamento de obras.

É possível, por exemplo, o amplo uso do BIM em todas as suas variações. Ou seja, BIM 4D (cronograma) e 5D (custos) em cada etapa de uma obra.

Além disso, para planejar é importante considerar o uso intensivo de tablets e coletores de dados portáteis para apropriação de horas por serviço e produção de campo e preenchimento passo a passo do diário de obras. Ou seja, o uso de gadgets pela mão de obra é uma questão importante do planejamento de obras.

Assim, para fazer um planejamento de obras adequado, é preciso saber que o uso cada vez maior de drones pode ajudar na avaliação remota de serviços. Além de conhecer as novidades é preciso saber quais são as etapas do planejamento de obras que podem se beneficiar delas.

Veja agora as leituras obrigatórias para o bom planejamento de obras

Gestão de Custos de Obra – conceitos, boas práticas e recomendações

Aldo Dórea Mattos

Essa publicação apresenta a técnica PERT/CPM de maneira acessível. Além disso, aborda a estrutura analítica do projeto, diagramas de rede, cálculo de duração de atividades, caminhos críticos, folgas, nivelamento de recursos, análise probabilística de prazos, acompanhamento de obras, dentre outros.

Imprescindível para o engenheiro que atua com planejamento de obras. Isso porque essa obra apresenta teoria e prática de maneira didática, mostrando erros comuns por meio de estudos de caso.

Comprar!

Planejamento, Orçamentação e Controle de Projetos e Obras

Carl Limmer

Os modernos conceitos de produtividade e de qualidade têm promovido a racionalização crescente dos processos industriais. Ou seja, exigindo cada vez mais o planejamento de obras com base em prazos, custos, qualidade e risco. Da mesma maneira, com controle de cada um desses fatores ao longo da execução de um projeto.

A proposta deste livro é apresentar processos de planejamento, programação, orçamentação e controle de projetos e obras. A finalidade é levar a maior racionalização e produtividade no planejamento de obras.

Comprar na Amazon

Planejamento e Controle da Produção para Empresas de Construção Civil

Maurício Moreira e Silva Bernardes

A finalidade do livro é introduzir práticas da engenharia de produção na construção civil. Da mesma maneira, tem como finalidade utilizar práticas que vêm sendo aplicadas pelo IGLC (International Group of Lean Construction) no planejamento de obras.

Assim, traz discussões sobre análise de fluxos físicos em canteiro de obras. Além disso, apresenta diretrizes para que profissionais no ramo da construção civil desenvolvam sistemas de planejamento e controle da produção. Sempre de acordo com as particularidades das empresas ou empreendimentos para a realização do planejamento de obras.

Comprar na Amazon

Orçamento na Construção Civil. Consultoria, Projeto e Execução

Maçahico Tisaka

Indispensável para quem trabalha nas áreas de orçamento, contratação, planejamento de obras, execução e consultoria de projetos de engenharia civil ou arquitetura.

Visa o estabelecimento de critérios e resultados para empresas e profissionais da construção civil.

O livro se divide em em quatro partes. Assim, aborda conceitos gerais sobre elaboração de orçamentos na construção civil, teoria e prática na elaboração de orçamentos de obras e serviços e os critérios de orçamentação para serviços de consultoria e projetos de engenharia.

Além disso, traz o texto das Leis nº 8666/93 (Lei de Licitações), nº 5194/66 (Legislação Profissional). Por fim, traz a relação das principais entidades profissionais da área de engenharia.

Comprar na Amazon

Como Reduzir Perdas nos Canteiros – Manual de Gestão do Consumo de Materiais na Construção Civil

Ubiraci Espinelli Leme de Souza

Manual de gestão do consumo em canteiro, esse livro é indicado para todos os profissionais da indústria construção civil, especialmente aqueles envolvidos com planejamento de obras.

A proposta da publicação é colaborar para a redução do desperdício. Além disso, busca contribuir com importantes elementos de decisão presentes em outras fases do empreendimento. É o caso, por exemplo, do orçamento, projeto, programação, escolha tecnológica dentre outras.

Apresenta valores de perdas e consumos de materiais vigentes nas obras de construção. Além disso, discute como preparar prognósticos de desempenho em futuras obras. Sempre a partir do conhecimento das características dos serviços a serem realizados.

Comprar na Amazon

A Meta

Eliyahu Goldratt

Esse livro, que se tornou um best-seller na área de gestão, foi escrito em forma de romance e trata dos princípios de funcionamento de uma indústria.

Ao longo do texto, o autor questiona o porquê de ela funcionar de determinada forma. Mais do que isso, como seria possível solucionar problemas de empresas que estão com atrasos na produção e baixa receita.

Com resultados alcançados na prática, o processo de melhoria contínua desenvolvido por Goldratt pode ser aplicado em outras organizações. É o caso, por exemplo, de bancos, hospitais, seguradoras, e até no ambiente familiar.

Dessa maneira, é perfeitamente possível adotar os mesmos princípios para o planejamento de obras.

Comprar na Amazon