Uma senha sera enviada para seu e-mail

Você sabe que a nossa construção civil é bastante tradicionalista e apegada aos métodos de produção convencionais, certo? Mas você já notou que os pré-fabricados de concreto vêm gradativamente quebrando esses paradigmas

Para algumas tipologias de projeto, lajes, vigas, pilares e painéis pré-fabricados já se tornaram a primeira opção estrutural. É o caso de indústrias, depósitos, edifícios destinados ao varejo, instalações hoteleiras, hospitalares e educacionais.

Como você já percebeu, os pré-fabricados de concreto são o tema do nosso texto de hoje.

Quer saber mais sobre as características, vantagens e limitações desse sistema construtivo? Então, siga conosco!

Como os pré-fabricados funcionam?

Você sabia que os pré-fabricados de concreto foram a solução encontrada para reconstrução da Europa do pós-guerra? No Brasil, as indústrias pioneiras de pré-fabricados possuem mais de 50 anos.

Hoje, há uma gama enorme de produtos para atender a diferentes segmentos. Além de pilares, vigas e lajes, o mercado disponibiliza paredes autoportantes, sistemas de fundação e de cobertura pré-fabricados de concreto. As indústrias são tecnicamente capazes de produzir peças em uma grande variedade de formas, inclusive curvas. Em obras de infraestrutura rodoviária, os pré-fabricados encontram aplicação importante na estrutura de pontes e viadutos.

Em edificações, as estruturas pré-fabricadas de concreto atendem a duas tipologias de construções principais: galpões (estruturas aporticadas) e edifícios multipavimentos (esqueletos).

Junto a essas duas tipologias, as estruturas mistas (ou híbridas) vêm adquirindo mais protagonismo ao permitir ao projeto tirar proveito das vantagens de diferentes materiais estruturais.

Em edifícios de escritórios, por exemplo, em que se exige flexibilidade de layout, uma combinação recorrente é a utilização de lajes protendidas alveolares pré-fabricadas (capazes de vencer grandes vãos) e fechamento convencional.

Pré-fabricados x pré-moldados

Frequentemente os termos pré-moldado e pré-fabricado são usados como sinônimos. Mas isso é um equívoco, segundo a NBR 9.062/2017 – Projeto e Execução de Estruturas de Concreto Pré-Moldado, da ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas).

No entanto, há diferença entre pré-moldados e elementos pré-fabricados.

De acordo com a norma, o concreto pré-moldado é de um elemento produzido fora do local no qual será definitivamente empregado. Ele é produzido segundo os procedimentos de controle de qualidade prescritos pelas NBRs 14.931/2004 – Execução de Estruturas de Concreto – Procedimento, e 12.655/2015 – Concreto de Cimento Portland – Preparo, controle, recebimento e aceitação – Procedimento.

O pré-fabricado é, por sua vez, também moldado previamente fora do destino final de uso. No entanto, ele é executado industrialmente, ou numa fábrica, em instalações permanentes de uma empresa destinada para este fim. Ou seja, fora do canteiro de obras.

Pré-fabricados

Vantagens do uso de pré-fabricados

A seguir, você pode conferir os principais motivos que induzem cada vez mais ao uso de pré-fabricados de concreto:

Velocidade de execução

A fabricação da estrutura em paralelo com a execução das fundações, associada ao fato da montagem da estrutura não ser afetada pela ocorrência de chuvas e ser menos suscetível a variações de produtividade da mão de obra, levam a uma redução de até 40% no tempo de execução. Assim, a obra com pré-fabricados é mais rápida, em geral

Antecipação do ganho

Em função da maior velocidade de execução, pode haver ganho extra pela ocupação antecipada do imóvel e pela rapidez no retorno do capital investido. Isso explica o grande apelo dos pré-fabricados em empreendimentos como shoppings, supermercados e edifícios comerciais para locação

Qualidade

A dosagem dos materiais para a produção do concreto é mais precisa na fábrica, em comparação ao que ocorre em alguns canteiros. Além disso, diferente do que ocorre nos processos de cura no canteiro, na produção industrial os elementos são submetidos à cura com temperatura controlada

Menor custo do produto final

Consequência da maior produtividade no canteiro e do uso racional de materiais e insumos

Maior área útil

Especialmente quando utilizado concreto de alto desempenho, as seções dos pilares e vigas pré-fabricadas podem ser mais esbeltas do que as equivalentes moldadas in loco.

Possibilidade de ampliações

As peças pré-fabricadas podem ser projetadas com a previsão de ampliações futuras

Maior previsibilidade sobre preços

Além de ter montagem previsível, a estrutura pré-fabricada não apresenta variação de preços do momento da contratação até a entrega final

Organização do canteiro

Com os pré-fabricados, depósitos de areia, brita, cimento, madeiras e ferragens são eliminados ou reduzidos sensivelmente. O ambiente mais limpo oferece melhores condições de segurança ao trabalhador

Sustentabilidade

A produção de pré-fabricados de concreto prevê o uso racionalizado de matérias-primas. Nesse tipo de obra também há menor geração de entulhos e reduzido consumo de água no canteiro

Eficiência estrutural

Vãos generosos e redução da altura efetiva podem ser obtidos usando concreto protendido para elementos de vigas e de lajes. Para construções industriais e comerciais, os vãos do piso podem chegar a 40 m ou mais

No vídeo abaixo você pode saber mais sobre os pré-fabricados de concreto, incluindo benefícios para o canteiro e um case de obra. Confira!

Pré-fabricados de concreto – Desafios

Embora seja notável o aumento do uso de pré-fabricados no Brasil, alguns entraves impedem o aproveitamento mais intensivo dessa solução.

Via de regra, tais restrições estão vinculadas à falta de conhecimento e a questões culturais.

Pré-fabricados

A comparação equivocada de custos entre o sistema pré-fabricado e o convencional moldado in loco muitas vezes prejudica a escolha da solução industrializada. Isso porque, em geral busca-se o mais barato, em vez do mais econômico. Assim, entender o que significa economia dentro de uma obra implica em ter uma visão sistêmica. No entanto, para muitos, isso é um desafio.

Além disso, as estruturas pré-fabricadas exigem um projeto arquitetônico que, desde o início, incorpore conceitos como racionalização, modulação e repetição dos elementos construtivos e um alto grau de detalhamento. Para construtoras acostumadas a “dar um jeitinho” no canteiro, os pré-fabricados exigem uma mudança cultural profunda.

O que torna o uso dos pré-fabricados financeiramente mais viável é o fator repetição. Ou seja, a quantidade de elementos empregada no edifício deve justificar o investimento.

Há de se destacar, ainda, as limitações provocadas pelas dificuldades logísticas. Peças com mais de 20 m de comprimento podem enfrentar dificuldades no transporte entre a fábrica e a obra. Dessa forma, em alguns casos, para contornar essas limitações, o projeto pode prever emendas das peças, em especial pilares.

O vídeo abaixo apresenta o processo de construção utilizando estruturas pré-fabricadas de concreto protendidas, desde a produção das peças até a instalação na obra. Por isso, não deixe de assistir.

Comentários finais sobre pré-fabricados

Ao longo do texto de hoje, você pode saber mais sobre os pré-fabricados de concreto e sobre sua importância para a industrialização da construção.

Assim, antes de concluir, gostaria de te indicar alguns conteúdos relacionados, produzidos pelo Buildin.

  1. Caso queira se aprofundar no tema, há farto material disponível na página da ABCIC (Associação Brasileira da Construção Industrializada de Concreto) onde é possível encontrar uma lista de dissertações elaboradas na Universidade Federal de São Carlos (UFSCar). Destaco o trabalho do engenheiro Noé Marcos Neto “Estruturas pré-moldadas de concreto para edifícios de múltiplos pavimentos de pequena altura: Uma análise crítica”.
  2. Também recomendo a leitura do livro “Concreto pré-moldado – Fundamentos e aplicações“, de Mounir Khalil El Debs. A publicação da Oficina de Textos ganhou, em 2017, uma edição atualizada e ampliada.

Este conteúdo foi útil para você? Então não deixe de compartilhar suas impressões conosco no espaço de comentários e, se curtiu, compartilhe em suas redes sociais!

Até breve!