Uma senha sera enviada para seu e-mail

Quanto vale a sua hora e a minha?

Muita gente me consulta sobre que preço cobrar para realizar um serviço técnico de engenharia. Não me refiro a preço de serviço como escavação ou concreto, mas a honorários para orçar uma obra, fazer uma proposta técnica para uma construtora participar de uma licitação, planejar e acompanhar a execução de um empreendimento, etc.

Minha resposta é sempre a mais evasiva possível: DEPENDE. Eu sempre respondo isso porque preço é diferente de valor. Vou dividir o raciocínio em serviços “correntes” e serviços “especializados”, embora ambos demandem um mínimo de “especialização”.

Abaixo, apresento algumas fontes de honorários — SINAENCO, IAB, IBAPE, CREA — e ao final dou umas dicas de como VOCÊ deve precificar sua hora.

1. SINAENCO

O SINAENCO é o Sindicato Nacional das Empresas de Arquitetura e Engenharia Consultiva. Em 2011, o SINAENCO publicou o bastante prático documento Roteiro de Preços – Orientação para Composição de Preços de Estudos e Projetos de Arquitetura e Engenharia.

Num dos anexos desse Roteiro de Preços, há uma tabela em que o profissional pode sumarizar seus custos, incluindo carro, colaboradores e outras despesas. Se o serviço vier a ser prestado por uma pessoa apenas, é óbvio que a planilha se simplifica muito.

Quanto vale a sua hora e a minha

Fonte: SINAENCO

O mais interessante desse Roteiro de Preços é o ábaco que mostra o percentual que o PROJETO representa no CUSTO TOTAL da obra. Por exemplo: numa obra residencial de cerca de U$$100.000,00, o custo do projeto ficaria na faixa dos 9%.

Quanto vale a sua hora e a minha

Fonte: SINAENCO

O leitor entende por que quanto menor o porte da obra, maior o percentual do custo do projeto?

2. IAB

O IAB é o Instituto de Arquitetos do Brasil. O documento Tabelas de Honorários de Serviços de Arquitetura e Urbanismo mostra um roteiro (meio complicadinho, é verdade) para se chegar ao custo. Se você é arquiteto, ótimo. Se você é engenheiro, essa metodologia também pode ser aplicada, logicamente com alguns ajustes de terminologia.

Tabela IAB

Fonte: IAB

3. IBAPE

O IBAPE é o Instituto Brasileiro de Avaliações e Perícias. O IBAPE-SP editou o documento chamado Regulamento de Honorários para Avaliações e Perícias de Engenharia. Embora seja voltado para o mundo das perícias e avaliações, pode servir de base.

Por se tratar de um público de peritos, que são especialistas de comprovada experiência, a hora mínima preconizada é de R$400,00. Se você for ainda estiver em início de carreira, seu cliente vai dar um pulo.

4. CREA

O CREA, você sabe o que é, não? Dou como exemplo a tabela de honorários do CREA-BA.

Gostou deste artigo? Então, leia a segunda parte dele!