Uma senha sera enviada para seu e-mail

Esse artigo não é para uma pessoa que já é gerente e conhece de software, BIM e outras ferramentas, mas para aqueles que planejam iniciar uma carreira em BIM.

Gerente de BIM conversando

Se você já é um de nós, um gerente de engenharia, eu tenho certeza que já descobriu a melhor fórmula para o mix necessário de habilidades técnicas, sociais e de gestão. Ou seja, já sabe como conciliar a demanda por conhecimentos de software, BIM e demais ferramentas.

Mas, recentemente, várias vezes as pessoas me perguntaram qual é a melhor maneira de começar uma carreira em BIM. Além disso, perguntam quais habilidades é possível ser um bom gerente de BIM na construção civil.

Espero que eu possa esclarecer algumas questões importantes. Vou aproveitar também para dar minha opinião sobre o longo e controverso tema sobre as competências de software em Gestão de BIM.

Quantas vezes você já ouviu falar:

“Softwares? BIM não é um software, mas pessoas e um processo que engloba todo o ciclo de vida e as informações da construção!”

Gestão: conhecimento de software, BIM e habilidades sociais e gerenciais

Bem, todos nós concordamos com isso. Todos nós sabemos que a compreensão do BIM requer mais do que apenas conhecer o software. Proficiência em BIM requer compreensão de:

  • Processo
  • Gestão de pessoas
  • Negócios

Na verdade, eu sou o primeiro a dizer que um profundo conhecimento de software não faz de você por si só um gerente na área de BIM. Mas, infelizmente, às vezes me deparo essa frase:

“Você pode ser um bom Gerente de BIM mesmo com habilidades limitadas de software e outros programas.”

Conhecimentos do Gerente de BIM software BIM

Para mim isso não é verdade. E certamente não é verdade para a maioria dos gerentes de programas BIM que eu conheci.

É decepcionante quando encontro ofertas de cursos que garantem que você pode obter todo o conhecimento de software, com as principais características necessárias para ser um gerente BIM em uma ou duas semanas.

A idéia desses cursos é que você não precisa ter uma profunda compreensão do software para o papel. Além disso, que poderia aprender tudo que precisa em um curto espaço de tempo.

Para aqueles que organizam cursos desse tipo, BIM 360 é, principalmente, um acumulado de habilidades de gestão e conhecimento de software limitados.

Gerente, sem conhecer software, BIM é viável?

Então, como me posiciono nessa questão? Seriam necessárias grandes habilidades com software para seguir uma carreira como gerente de BIM?

Em outras palavras: até onde é aceitável para gestores de BIM, sejam engenheiros, arquitetos ou demais profissionais, não saber o software? Ou até mesmo não conhecer o dia a dia de canteiro?

O seja, não saber, dentre outras coisas, que o software da Autodesk, o Revit, é um dos programas de projeto que podem fazer modelagem de informações e modelos 3D com acompanhamento em tempo real.

Na minha opinião, se aceitável, representa apenas para uma porcentagem muito pequena da população de gerentes de BIM de alto nível.

Eu estou falando sobre aqueles que já passaram de certo ponto da carreira. Para a grande maioria, não saber o software em profundidade simplesmente é cada vez menos aceitável.

É preciso entender, por exemplo, a evolução dos ERPs para construção civil. E também é preciso ter muito claro como um ERP contribui para a estratégia da empresa como um todo. Afinal, num mundo ideal há integração entre ERP e software BIM.

Gerente de BIM em Grandes Empresas

software BIM

Em muitos casos, não há tempo para operar software, BIM e demais ferramentas diretamente. Especialmente para gerentes de BIM de alto nível. Ou seja, que trabalham em grandes empresas, empregam milhares de pessoas e possuem vários escritórios. Num caso como esse, isso não é possível.

Ainda assim, em cargos de Gestor de software, BIM Corporativo, Líder de BIM, Diretor de BIM não significa que o software não é relevante a esse nível.

Significa simplesmente que você tem outras pessoas para operá-lo, talvez uma série de especialistas de software, BIM e outras ferramentas ajudando você.

Pelo menos esta é a minha percepção. Você não precisa ser a mão de obra. Mas eu não conheço muitos desses profissionais. E o foco deste artigo não está sobre eles.

Se você é um executivo de alto nível lendo isso, sinta-se à vontade para participar da conversa e compartilhar sua opinião.

Gerentes de BIM Médios

Este artigo é realmente para nós, os gerentes de BIM médios. Nós precisamos entender sobre software, BIM e ferramentas complementares.

software BIM

Este artigo é sobre pessoas como eu, e dialoga com as pessoas que buscam construir uma carreira para se tornar gerente de BIM. Sou gerente de BIM em uma empresa com mais de 80 pessoas, um escritório completo de BIM. Gerencio uma pequena equipe de coordenadores de BIM, desenvolvedores padrão e criadores de conteúdo de biblioteca.

software BIM

Mais de 80%-90% do meu tempo eu não trabalho diretamente em projetos. Eu gasto mais tempo em emails, PDF, Excel do que no Revit. Mas quase todas as atividades que eu executo, eu me beneficio muito de minhas habilidades em software BIM avançadas.

O fato é que eu provavelmente não poderia sobreviver menos de um dia no meu escritório sem elas!

As habilidades em software são uma necessidade básica para gerenciar em BIM. Além, claro, das habilidades gerenciais e sociais.

Uma profunda compreensão de software constitui a base da experiência do gerente médio. Como em um bolo, em cima dela você pode colocar as outras habilidades.

Para um gerente de BIM médio é aceitável não conhecer as ferramentas de software?

Absolutamente não. Um forte conhecimento técnico é necessário e sem isso é quase impossível ser um bom gerente. É importante entender de software, BIM e gestão de pessoas.

Aqui estão os meus três principais motivos sobre porque a proficiência de software é algo do qual você não pode fugir para ser um bom gerente BIM:

1 – O software BIM é um instrumento e o processo é feito com ele

As pessoas que me conhecem sabem o quanto gosto desse conceito do filósofo russo-francês Alexandre Xoire. Um instrumento é algo que permite que um ser humano faça algo que antes era impossível ou quase impossível.

software BIM

Um binóculo é um instrumento, e permite ver algo que de outra forma seria demasiado distante para ser observado.

Ou seja, um instrumento é capaz de evoluir um processo e tornar obsoletas ferramentas anteriores. Para simplificar, é um divisor de águas.

Alguns softwares são instrumentos e eles dividiram as águas. Quando Rhinoceros foi lançado em 1994, foi uma revolução.

Ele fez Nurbs e a geometria de giro complexa acessível para as massas. Também verdade com o Grasshopper. Ele tornou o script acessível a pessoas que não eram capazes de fazer programação.

Em outro campo, o Revit fez o mesmo, tornando a produção de Modelos Informativos acessível.

Aqueles e muitos outros softwares BIM tiveram um impacto disruptivo na indústria de construção.

Hoje, parece que o Enscape e o Flux vão ter um impacto semelhante.

Como um Gerente de BIM médio, você também é o chefe do departamento de Pesquisa e Desenvolvimento. Isso se você tiver a sorte de ter um! E seus diretores esperam que você avalie novas ferramentas para manter seu escritório competitivo no mercado.

Como você vai avaliá-las se você não é capaz de usá-las? Essa nova ferramenta é realmente o caminho certo para o seu processo? Ou você está apenas desperdiçando dinheiro ao implementá-la?

Se você não é capaz de avaliar as ferramentas de um novo software BIM por si só, você vai ter que confiar nas opiniões de outras pessoas. E isso vai fazer você ser muito menos eficaz.

Assim, você precisa entender os impactos e possibilidades de aplicação prática do BIM. Afinal, o software BIM auxilia até mesmo nas estimativas e composições de custo. Ou seja, entender o BIM vai te ajudar até mesmo no estudo de viabilidade.

2 – Competências de software são necessárias para dar suporte às suas habilidades gerenciais e sociais

Deixe-me descrever isso para você: você é o poderoso coordenador de BIM. Você está liderando a implementação do BIM em seu escritório. De repente, um dia durante a pausa para o cafezinho, o novo estagiário do escritório pergunta: qual é a melhor estratégia para modelar uma escada complexa no Revit?

Mesmo que não seja sua tarefa ensinar como modelar. Ainda que haja um especialista em software para fazer isso, o novo estagiário não sabe disso. E ele perguntou diretamente para você e o fez na frente de vários de seus colegas.

Nesse caso, há duas opções. A primeira seria você responder algo como “bem, eu não sou tão bom no Revit, por favor, pergunte a outra pessoa”. O estagiário olha para você um pouco perplexo, sorri e se afasta perguntando a si mesmo quem realmente lidera essa “Implantação do Revit”.

software BIM

sss

Na segunda opção você responderia algo diferente. Algo como “Bem, existem umas ou duas estratégias e melhores práticas que eu recomendo: você pode fazê-lo desta forma ou de outra. Eu vou passar em mesa para que possamos dar uma olhada nessa escada”.

Entre estes dois cenários, qual você acha que seria mais positivo para a sua credibilidade e liderança?

Vamos ver isso de outro ponto de vista: o seu superior quer saber quanto tempo leva para modelar essa fachada complexa para um dos seus principais projetos no escritório. Ele precisa saber para calcular uma valor para esse trabalho. Você é capaz de estimar por si mesmo ou você precisa confiar na opinião de outra pessoa? E depois disso você é capaz de explicar a outra pessoa como fazer?

3 – Você é o topo da cadeia de responsabilidade de entrega de modelos BIM de alta qualidade.

Então você é o topo da cadeia de responsabilidade para entregar modelos BIM no prazo. Claro que com os dados certos e dentro do orçamento. Você está lá para fazer os modelos funcionarem. Mesmo se você for um gerente BIM de verdade e você não estiver pessoalmente trabalhando diretamente nos modelos do seu escritório.

Sim, tenho más notícias! Se você é um Gerente de BIM, mas ainda está trabalhando a maior parte de seu tempo em projetos, você não é um gestor de BIM de verdade. Ou o seu escritório não é um escritório de BIM!

Ao supervisionar uma pequena equipe de Coordenadores de BIM, quem será a pessoa para quem seus Coordenadores de BIM se voltarão quando tiverem problemas?

Seus coordenadores o respeitarão se não você não for capaz de entender seus problemas?

Se você não consegue falar na língua deles, como você vai se comunicar?

Quer ser gerente de BIM? Comece aprendendo o software

O que é importante ressaltar é que ser realmente bom com o software pode definitivamente impulsionar suas habilidades gerenciais e sociais.

Em outras palavras, você pode colocar um gerente com zero experiência médica para executar um hospital. Mas é claramente melhor se você escolher alguém que é experiente nesse campo.

Por outro lado, ser um bom cirurgião não irá automaticamente torná-lo um bom candidato para tocar um hospital.

Da mesma forma para ser um bom líder em BIM você precisa possuir várias habilidades diferentes provenientes de diferentes campos. É um trabalho duro e não há nenhuma maneira de pegar atalhos.

Conselho para um futuro Gerente BIM

Meu conselho para aqueles que desejam seguir uma carreira em BIM é planejar e ter uma aprendizagem constante com o software. Especialmente nos estágios iniciais de sua carreira você deve focar em identificar e em dominar o software-chave para sua área.

Se você quiser saber mais sobre as diferentes habilidades necessárias no BIM, sugiro que você dê uma olhada no BIM Framework Blog (em inglês).

software BIM

Não confie em ninguém dizendo que as habilidades em software não são relevantes na sua carreira em BIM. Claro que é verdade que alguns caras de alto nível não trabalham mais no software. Mas verifique seus currículos no Linkedin. Veja como eles começaram.

Você vai descobrir que a maioria deles tem um forte conhecimento técnico que eles conseguiram ao trabalhar como um ninja de software por vários anos.

Não há atalhos verdadeiros para isso: para se tornar bom com o software que você precisa para usá-lo continuamente por vários anos. Tirar proveito das ferramentas de design digital é mais do que uma profissão, é uma cultura.

Para ser um dos bons gerentes de BIM é essencial para você fazer parte dessa cultura.

Eu sei que este assunto é cheio de opiniões fortes de ambos os lados. Eu tenho debatido isso muitas vezes e desenvolvi um FAQ que eu acho que será útil. Antes de discordar, dê uma olhada:

PERGUNTAS FREQUENTES PARA OS GERENTES BIM

1 – Ser muito bom com o software me faz ser um gerente de BIM?

De forma alguma. BIM é mais do que software, e para mim habilidades sociais do processo são muito importantes. Você precisa ter todas as habilidades para ter sucesso.

2 – Para ser um bom líder em BIM eu tenho que ser um campeão de todos os softwares que meu escritório usa?

software BIM

Novamente, não. Isso é quase impossível. Mesmo em um escritório de tamanho médio. Há especialistas que passam a maior parte do tempo trabalhando em um único software. Mas é seu dever compreender como cada software funciona.

É também se comprometer a aprender a maioria dos comandos em cada um. Os necessários para interoperabilidade são cruciais para você, por exemplo.

3 – Todo mundo está usando o Revit no meu escritório. Devo focar em me tornar um campeão do Revit?

Sim, você deveria. Se você é um gerente de BIM é uma excelente focar para se tornar um campeão na principal ferramenta de criação em seu escritório.

4 – Mas existem algumas pessoas no BIM que não têm habilidades de software?

Sim, existem algumas pessoas assim. Normalmente, eles trabalham em nichos como universidades, institutos de pesquisa ou organizações governamentais. Para a maioria das pessoas, o núcleo de negócios, experiência em software é algo que você deve ter.

5 – O Gerente de BIM gasta a maior parte do tempo modelando no Revit?

Não. Sua função é gerenciar, então ele não passa muito tempo trabalhando com software. No entanto, porque a maior parte do seu tempo envolve assuntos onde, se você tiver esse conhecimento de software, você terá melhor desempenho.

6 – Como você aprende um software?

Eu acredito que a melhor maneira de aprender um software é usá-lo para entregar projetos. Ou seja, o software não é a meta, é o meio. Então, aprendê-lo no contexto de fazer um projeto é o método ideal.

Assim, se você ainda é um estudante, tente tirar proveito de seus exames de design para aprender novas ferramentas.

Publicado originalmente em 22 de janeiro de 2017 no post do Linkedin  
Claudio Vittori Antisari
BIM & Computational Design